São Miguel do Oeste, 134, Sala 101 - Centro, São Miguel do Oeste - SC, 89900-000
  • (49) 3622-2139
  • (49) 3645-0254
  • (49) 98806-3729

Valuation O que e como avaliar uma empresa?

DATA: 09/05/2019

  Muitas dúvidas surgem no momento que empresários decidem em disponibilizar suas empresas a venda (ao mercado). O desprendimento A decisão realmente deve ser tomada com cautela, pois, uma vez que inicia-se um processo e resulte ele em venda ou não, o empresário deve estar consciente de que outros ocorrerão até que o fato se concretize; é lógico que o empresário pode interromper a negociação, porém, para o mercado como um todo, seja ele entre devedores ou credores, ou mesmo, entre os colaboradores, uma possível “insegurança” passará a acompanhar a empresa. O equilíbrio entre o comprador e o vendedor Para se vender uma empresa o primeiro passo é sem dúvida identificar profissionais qualificados para a  realização do Valuation, com essa ferramenta concretizada o empresário vendedor terá o valor (parâmetro) para iniciar o processo de negociação, e um trabalho semelhante poderá ser realizado pelo comprador, é obvio que a medida que os interesses no processo avancem as informações terão de ser disponibilizadas. Diante das informações por ambas as partes, cada qual com seus interesses deverão ceder ou valorizar determinados pontos, principalmente os intangíveis, para se chegar ao denominador comum. Valor referência – Patrimônio Líquido ou o Futuro? A complexidade para se estruturar um Valuation, vai muito além de se basear nos dados do PL ou Patrimônio Líquido da empresa, pois, o (PL) relata o patrimônio que a empresa é dentetora, entretanto, o intangível (marcas, fundo de comercio, entre outros) não está registrado nesse grupo de contas contábil. Esses intangíveis serão responsáveis pelo valor baseado em projeções consistentes de possíveis resultados que poderão ser acompanhados no decorrer das negociações expondo o grau de assertividade do planejamento, que com certeza poderão caracterizar o verdadeiro valor da empresa em resultados que estarão por vir, é obvio que enriquecidos por um plano de negócios de curto e médio prazo. O prazo de concretização Esse processo, desde o desenvolvimento do Valuation a identificação de possíveis compradores e a concretização do valor da empresa aceito pelas partes envolvidas, é extenso, por isso, estar acompanhado de empresas e consultores para acompanhar é fundamental, visto que dossiês documentais deverão ser montados e utilizados para serem discutidos e muitas vezes conceitos técnicos deverão fazer parte do processo. Empresa de Consultoria e a Confidencialidade Quando o empresário opta por conduzir esse processo de forma isolada pode estar cometendo um grande erro, é de extrema importância que profissionais do segmento de negócios estejam em conjunto discutindo assuntos de seus interesses para mitigar erros no processo. A confidencialidade desse processo, desde a elaboração do Valuation deve ser firmada (Termo de Confidencialidade) entre todas as partes envolvidas visando proteger a empresa de especulações que caso informações sejam divulgadas ao mercado, podem sem dúvidas causar danos de forma concreta. Walber Almeida Xavier de Sousa - Diretor da AXS Consultoria Empresarial ( www.axsconsultoria.com.br ), atua como Consultor e Assessor em Gestão Empresarial (Administração, Finanças e Controladoria) em empresas de pequeno e médio porte; atua também como Conselheiro Empresarial. Graduado em Ciências Contábeis (UNISO), Pós-Graduado em Contabilidade Gerencial e Controladoria (UNISANTANA) e com MBA em Gestão Empresarial (FGV), atuou também como Professor Universitário. www.axsconsultoria.com.br e-mail: contato@axsconsultoria.com.br   Empresarial Quanto cobrar pela Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física? Empresarial Ao empreender, o que é importante saber? Empresarial Créditos Bancários – após discussão judicial será possível operar novamente? Empresarial Sine disponibiliza dados para empresas intermediadoras de mão de obra Empresarial Caixa é o primeiro banco a operar CREDMEI. Entenda o novo programa Empresarial Receita Federal recuperou R$ 186,87 bilhões em 2018

Compartilhar: